É por meio da leitura que descobrimos novos universos e aprendizados sem sair do lugar. Nela, muitas vezes, encontramos respostas para um cotidiano melhor, tanto no setor pessoal como profissional.

Sabemos também que são muitas as opções de livros de diferentes temáticas disponíveis no mercado. Há algumas, no entanto, que de alguma forma podem influenciar a maneira como pensamos e agimos.

E embora a preferência por livros seja algo bastante pessoal, selecionamos aqui uma pequena lista com dicas de obras para ajudá-lo a ter mais acertos em diversos setores da vida.

cedulas de reais
Foto: Pxhere – CCO Public Domain

Em Mastermind: Como pensar como Sherlock Holmes, livro nomeado para o Prêmio Agatha na categoria Melhor Não-Ficção, Maria Konnikova traz estratégias para solucionar problemas no trabalho e em casa, sendo mais criativo e perspicaz.

Com base em descobertas da Psicologia e da Neurociência, ela mostra como o poder de observação de Sherlock Holmes, renomado detetive da ficção, pode ser aprendido e evoluído através de exercícios simples em nosso dia a dia.

Nascida na Rússia, Konnikova é autora ainda de The Confidence Game, escritora contribuinte da revista New Yorker, e se prepara para lançar mais uma obra em 2019: The Biggest Bluff, livro que promete dicas sobre como jogar com a vida.

O que você faz e como utiliza o seu tão precioso tempo? No livro Administração do Tempo: Um Recurso Para Melhorar a Qualidade de Vida Pessoal e Profissional, Renato Bernhoeft sugere práticos exercícios e questionários para auxiliar o leitor a melhorar a utilização de seu tempo e conquistar mais qualidade de vida por meio do aprimoramento do rendimento. Uma boa dica de leitura para aqueles que precisam de auxílio em como otimizar tarefas.

Bernhoeft é autor de 16 livros sobre empresas familiares, sociedades empresariais e qualidade de vida, e articulista de vários jornais, revistas e portais.

James Altucher é outro que fala sobre a vida e não apenas autoajuda. Autor da obra Choose Yourself, ele acredita que temos que viver intensamente e focar nos setores de nossos cotidianos da maneira que mais nos agrada.

O livro se inicia mostrando como a economia está mudando e que as decisões que tomamos precisam ser realizadas pensando em nosso bem-estar. Somos nós que temos que escolher as melhores práticas e tomar certas atitudes, como aprender a dizer não, lidar com a rejeição e abolir a procrastinação.

Altucher atua também como blogueiro, empreendedor, mestre de xadrez e apresentador de podcasts. Ele publicou 11 livros e é colaborador frequente do The Financial Times.

cédulas de reais
Foto: Pxhere – CCO Public Domain

Para finalizar, a nossa última sugestão vai para o clássico Rich Dad Poor Dad, de Robert T. Kiyosaki.

Com mais de 9 milhões de cópias vendidas, o bestseller de finanças pessoais será sempre uma excelente dica de literatura.

Lançado em 1997, a obra continua fazendo sucesso entre aqueles que buscam conselhos em educação financeira. O autor enfatiza a necessidade de pensar no planejamento e destaca a importância de uma boa gestão dos recursos.

Kiyosaki é autor de 19 livros, atua como coach e é colaborador de diversos meios de comunicação.